The Last One

Hey there...

Vez ou outra alguém me cobra o fim do blog. Demorou, mas saiu.
Mais de um ano desde a última postagem. Peço sinceras desculpas a você que acompanhou o blog. Muitas devem até ter desistido.
Vou fazer esse post respondendo algumas perguntas que eu acredito que tenham ficado.

1. COMO FOI A MUDANÇA PRA SEGUNDA HF?
Depois do meu último post eu estava na ansiedade de ir pra nova família, arrumar minhas coisas, me despedir. Minha primeira host family me emprestou o carro pra ir pra Manhattan levar minhas coisas que eu não precisaria nos Hamptons. Foi legal, conversamos um pouco, voltei pra casa. E foi estranho. Com todos os problemas que eu tinha na minha primeira hf, lá era minha casa.
Dia 28 de julho eu fui pros Hamptons. Casa muito legal. A menina estava no CAMP e só o menino estava lá.
A adaptaçao foi dificil. Minha segunda fofa nunca tinha tido au pair e não estava acostumada com nada. No primeiro dia ela simplesmente saiu a noite e me deixou com o menino (nos 3 primeiros dias a au pair nao deve ficar sozinha com as kids). Como eu já era macaca velha eu nem reclamei.
Outro problema era o schedule. Ela colocava a hora de comaçar e nunca a de parar. Expliquei q nao era assim, q eu precisava saber qnd comecava e qnd parava. A vdd é que ela tinha uma amiga q tinha au pair e essa amiga era daquelas hosts beeeeem folgadas.
Minha host foi se adaptando, mas a vdd é q ela era uma pessoa muito desorganizada. Eu ia p Ny todo fds e um dia eua cordei as 3 da manha e tinha email dela me pedindo p trabalhar sabado. Eu so fiquei pq ela disse q me daria a semana seguinte off e pq eu nao tinha comprando passagem, mas expliquei que não era assim que a banda tocava. E ela entendeu. Ela não era maldosa, só não estava acostumada. Sempre pedia mil desculpa.
Outra coisa q me deixava fula era a regra de não usar o cel qnd tava trabalhando. Gente, eu não ficava de papo com as pessoas, mas estando a 5 mil milhas de distancia da minha familia eu vou sim checar meu telefone. Pq? pq se acontece alguma coisa ver uma msg agora ou em dez horas pode fazer a diferença. E eu tinha muito liberdade na primeira HF, o q me deixou mal acostumada, confesso. Expliquei isso p ela, ela não gostou, mas nunca mais me encheu.
Depois de um mês as coisas estavam mais acertadas.

2. E AS NOVAS KIDS?
A menina é a coisa mais linda do universo. Ela e a minha kid mais novas da primeira hf disputam meu coraçao de igual pra igual. Eu digo q ela me via quando eu estava invisivel. Se eu estava triste, se eu tava mal, ela sempre percebia. Ela brigava com o irmao se ele me dava trabalho. Ela é sensível, amavel e precisa de carinho. Eu me sentia mal pq mais de uma vez eu via o menino ter vantagem sobre ela. Nao vou entrar em detalhes, mas ficava claro q ela não era a preferida. No começo foi dificil, pq ela chegou do camp e estava timida. Dps ela me contou q eh pq ela sentia q eu já era amiga do menino e não tinha espaço p ela. Mas dps criamos uma relaçao maravilhosa. Só de escrever eu choro...Eu adorava ve-la dançar, ajuda-la com a tarefa, cozinhar com ela. Eu fazia tudo q podia pra ficar com ela. Eu amo aquela menina.
O menino....bom....ele é dificil. Muito. A mae fica em casa e ele tem total controle sobre ela. Ela faz birra como uma criança de 3 anos. Mas ele tem 6. Qnd eu tava sozinha com ele era beeeem mais fácil, mas a mãe ficava muito em casa. Os fofos reconheceram q eu ensinei demais a eles e q o menino mudou demais por minha causa, mas ainda assim, o comportamente dele, NA MINHA OPINIAO, está longe de ser normal. Novamente, não vou entrar em detalhes, só vou dizer que eu não sou do tipo que reclama por nada.

3. E OS FOFOS?
Muito cabeça aberta, sempre dispostos a ouvir. Tiveram uma nanny q ate dormia com o menino, ficava lá 24/7. Então eles foram aprendendo como ter uma au pair. Eles pagavam muito bem minha hora extra, eu tinha o cartão pra comprar o que quisesse no supermercado. E no final foram maravilhosos comigo.

4. FINAL?
Sim, eu voltei. Quem me viu no insta ou face já sabe. Encerei meu programa 6 meses antes do previsto. Eu já estava querendo voltar antes, porque minha irmã ficou gravida e eu queria estar aqui qnd o bebe nascesse. Eu já não estava mais muito feliz com a minha vida lá, o menino realmente me deu um hard time...Eu estava aguentando porque queria fazer algumas viagens, estudar...Mas em dezembro eu recebi a notícia que uma tia minha estava doente, muito doente. Ela nunca foi do tipo q me pedia pra voltar, ela sempre me apoiou em tudo, ela me deu uma grana pra ir. Ela doente e eu viajando e tirando foto sorrindo? Não fazia sentido pra mim, decidi então voltar.
Minha segunda hf foi maravilhosa. Expliquei a situacao e pedi p eles pedirem o rematch, assim as minhas chances da agencia pagar a passagem seriam maiores. E eles aceitaram na hora! Motivo: eles era desorganizados demais, eu organizada demais e estava dificil todo mundo ficar feliz rs
A agencia me deu canseira. A coordenadora era uma grossa. Um dia eu deixei a menina na dança, mas fiquei na escola pq ela me ligou. A menina saiu da aula e veio falar comigo. A mulher "Pq vc me ligou se esta trabalhando?" e eu respondi "pq minha host ta puta q ngm ligou p ela p fechar o rematcha ainda e ela esta perdendo tempo p achar outra menina, ela pediu p eu ligar". O q era vdd. Combinei com a hf 3 semanas de rematch, pq eles tinham uma viagem marcada e não queriam deixar as kids com uma au pair nova. Dai minha fofa chegou na escola e eu, chorando com as grosserias da mulher, disse q ia fazer meu pai pagar a passagem pq nao queria briga. Ela olhou p mim e disse "Vc nao quer briga, mas eu quero. Eles vao pagar sua passagem. E eles nao querem brigar comigo, pq meu dinheiro tá la.".
Contar pras kids foi MTO dificil. P menina, na vdd. Ela chorou e aquilo partiu meu coraçao. Novamete minha fofa foi otima, me mandou email dizendo q eu tinha sido otima p eles, q familia vem primeiro, q nao era o fim, q nos nos veriamos de novo.

5. COMO FORAM AS SEMANAS DE REMATCH?
TENSO! Eu não querendo familia e apareceram vaaaaaarias. Uma da California, maravilhosa. A mulher me queria de todo jeito. Minha primeira fofa me ajudando, tentando fazer parecer q eu nao era uma boa, e a mulher insistindo q achava q eu tinha perdido minha confiança, mas q eu era uma boa opçao de match rs Ela mandava msg "a mulher ta falando isso! o q eu falo?". Ela nao podia falar nd de mto ruim pq ia dar na cara "ue, a menina é doida e bebada e vc deu carta de recomendaçao e deixou suas filhas por um ano com ela?".
Quando essa mulher finalmente desistiu, meu ultimo dia de rematch, ainda apareceu outra familia. Eu disse q nao me sentia confortavel cuidando de babys. P outra familia eu disse q preferia babys. rs E no final da tarde do dia 2 de fev a agencia me ligou dizendo q infelizmente eles iam comprar minha passagem. Eu chorava e dizia "td bem, eu entendo, eu tive mais tempo ate q o normal", mas tava explodindo de felicidade.

6. MAS E O BOFE?
Pois bem. Em novembro do ano passado ele recebeu uma proposta irrecusavel de emprego...em LOS ANGELES. Eu chorei muito! Passei uma semana chorando. Fiquei arrasada. Mas nao tinha como falar p ele nao ir, afinal, eu já estava planejando ir embora antes do programa acabar mesmo.
Nosso relacionamento começou a desandar, as difereças clturais ficaram mais evidentes. Mas ainda assim em dezembro eu fui pra OHIO passar Natal e ano novo na casa dos pais dele. E foi maravilhoso. Eu e ele eramos como antigamente, a familia dele é maravilhosa, foi demais. E eu vi pela primeira vez q eu ficaria lá. Que com eles a minha vida não seria tão dificil. Eu, q falava em alto e bom som q jamais ficaria, percebi q queria ficar.
Mas o Dan não está na mesma pagina. Ele nao ta em pagina nenhuma alias. Nao q eu quisesse casar já, ate pq eu tinha q voltar. Mas eu queria saber q isso era um plano comum. Eu queria q nos fizessemos planos. E ele tá longe disso.
Eu voltei e continuamos nos falando. Mas dps de dois meses aqui eu terminei. Amor nao vive de lembranca. A gente nao precisava se falar todo dia, mas precisava se falar ne? E conversa de qualidade, dividir as bobeiras. E ele atolado e focado demais no trabalho. O q eu entendo, é a oportunidade da vida dele, ele trabalha com musica em LA. Mas eu nao posso ficar esperando ele decidir o q qr da vida e abrir espaço na vida dele p mim. Eu estava disposta a voltar, a ficar ilegal, a ser nanny p sempre. E ele estava disposto a q? CRI....CRI...CRI... A gente nunca falou em casar, se vai ter 2 ou 3 filhos, se tera cachorros. Eu tenho 27 anos. Nao da mais p namorar so p falar q namoro.
A gente ainda conversa. Ele diz q vem pra ca, fala comigo do mesmo modo q antes. Mas eu não estou mais parada esperando. Eu estou seguindo minha vida. Talvez um dia ele se resolva, talvez nao seja tarde. Mas eu nao estou esperando.
No começo foi muito dificil. Hoje eu so fico triste. Tanto amor q vai acabar em nada. Mas a gente nao sabe o q Deus tem planejado e eu confio Nele.

7. COMO TA A VIDA AGORA?
Agora tá se arrumando, mas olha, foi tri-foda! Eu voltei sem ter uma vida aqui, sem emprego, na casa dos meus pais, com gente entrando no meu quarto sem pedir. Até o silencio me fazia falta. Aquilo de saber q eu estava off e nao precisava falar com ngm.
Sinceramente, acho que vou sair do pais novamente em no maximo um ano. Comecei recentemente a dar aulas de ingles e pretendo juntar uma grana.
Meu sobrinha nasceu e é a luz da minha vida. Ele é a coisinha mais linda do uiverso!
Minha tia está fazendo tratamento, saberemos se está tendo resultado no proximo mes. Mas eu estou animada. Qnd eu cheguei ela estava bem deprimida, hoje ela já é a tia que eu conheço, fazendo piada, falando bobeira, brigando com a gente.

8. VOCE AINDA TEM CONTATO COM SUAS HFS?
Sim! A primeira fofa é uma amigona. Sinto falta dela demais! E ela disse q se eu qusie voltar as portas estão abertas e as duas meninas vao estar na escola, ficaria so a baby p mim rs A gente sempre conversa. Eu sei q sair de la foi a decisao certa e nao me arrependo, talvez se eu tivesse ficado nossa relaçao nao seria tao boa hoje, mas ela é uma pessoa maravilhosa. Eu vejo foto das minhas meninas e choro. A au pair q esta la tbm é uma linda, viramos amigas de internet. Outro dia ela mandou audio e eu respondi, dai as meninas ouviram minha voz e quiseram me ligar. Tive q engolir o choro viu?
Com a segunda hf eu tenho um pouco menos de contato, pq odeio a nova au pair-cara-de-cu. Mas liguei nos aniversarios, trocamos emails as vezes...e sei q se eu quiser voltar eles me aceitam, mas é q...ne? entao rs


9. MORAL DA HISTORIA?
Eu me vi recomendando o programa semana passada pra uma menina. Eu recomendo sim o programa. Nao é facil, mas eu no final não posso reclmar. Tive sorte com minhas duas familias. Mesmo com algumas coisas ruins, as coisas boas superaram demaaaais.
Morro de saudade do meu tempo de au pair. Outro dia estava relendo os emails com minha primeira hf. Sinto falta daquela emoçao, da esperança, das descobertas. Falei p au pair da primeira familia q mesmo ela duvidando, ela vai sentir falta das meninas, ate da mais peste rs
Fiz otimas amizades, vivi um grande amor, viajei, fui feliz.
Aproveitem cada minuto, tirem fotos! Organizem sem tempo, façam planos e estabeleçam metas.

10. E SE EU QUISER PERGUNTAR MAIS?
Se alguem ainda estiver ai, posta nos coments q eu respondo. Quero agradecer a todas vocês por serem parte dessa experiencia louca e maravilhosa. Fiz grandes amigas graças a esse blog!
Não acompanho muito blogs mais pq confesso que da uma dorzinha de inveja rs Mas estarei sempre torcendo por vcs e ajudando como puder.

Fiquem com Deus! Um beijão no coraçao de cada uma de vocês!

The First about Responsibility

Meu blog sempre foi um relato meu sobre o meu mundo de au pair. Eu gostava de saber que o blog virou referencia e passou a ajudar outras meninas. Mas de uns tempos pra cá eu comecei a sentir isso como um peso, uma responsabilidade.

Tenho visto MUITO absurdo nessa vida au pair. Algumas coisas até q eu passei eu nunca tinha contado aqui até o último post. Outras não contarei pra me preservar e a minha host family. Mas tudo isso me fez refletir sobre minha responsabilidade com vcs, se eu não estava vendendo o programa pink demais.

Nunca neguei informação. As meninas que me tem no face tem acesso a mais coisas. As que me pedem conselhos antes de match ou por skype tem um relato mais fiel e coisas que eu acho importantes serem discutidas antes de ser ter o match. É o que eu chamo de match consciente.

Eu ainda recomendo o programa. Sei que ele é a única opção pra muitas meninas terem uma experiência no exterior, me coloco entre essas. Sei também que tem muito au pair que não vale o feijão enlatado que come. Mas sendo au pair confesso que minha preocupação é com o lado mais fraco nessa história, nós.
Se uma família pega uma au pair ruim ela certamente escolherá a próxima com mais critério e nunca ouvi caso de família que saiu do programa pq não achou au pair.
Entretanto, quantas meninas você já soube que estava desesperada atrás de família sob risco de voltar pro Brasil?
Quantas meninas passam por situações absurdas e abusivas e não tem ajuda de ngm?
Quantas histórias de LCCS inuteis e incompetentes a gente conhece?

Nosso dinheiro fica no Brasil. O das famílias estão aqui, eles tem o poder. Tem LCC consicente e responsavel? TEM! Mas isso aí depende de sorte. Assim como tbm depende de sorte pegar uma família boa. Podemos nos previnir ao máximo, mas ainda temos que contar com a sorte deles não serem mentirosos.

A gente tem tanto medo de fazer pergunta demais, de parecer chata e ter um feedback negativo das famílias que passam pelo nosso perfil que muitas vezes somos omissas, fingimos não nos incomodar, nos calamos.
Honestamente, eu fiz isso de novo no meu segundo match (sim, eu tive um match), mas não estou preocupada, pq se não der certo eu vou embora. Mas e qm tá chegando cheio de sonho e objetivo?

Ando absurdamente revoltada com o programa, com as agencias, com os descasos. E cada rematch de uma de vcs, cada historia ruim de uma de vcs doi em mim. De verdade, sem demagogia! Até as historias de meninas q eu nem sei qm sao me incomodam demais.

De novo, eu ainda recomendo o programa. Mas peço que você se cubram de cuidados, reza, proteção!
É seja chata, lembrando que chata não quer dizer sem noção. Não é pedir um carro só p vc. É se informar ao máximo e o fato de não ter carro será um problema. É saber como a família disciplina as kids. É saber se seu quarto tem porta. É saber se vc poderá comer o que quiser na geladeira ou se vai ter etiqueta na comida da au pair. 
"Mas Ina e se me taxarem de chata?". Melhor aí no Brasil do que a família sentar e sambar na sua cara, te dar uma pessima recomendação, sua lcc ser uma bunda mole e você voltar pra casa depois de não achar uma família no rematch!
"Ah mas eu quero muito ir pros EUA". Mas ctz q vc quer vir e ficar! Vc não quer voltar pra casa depois de um injusto rematch. Pq acontece gente! A família Hitler te contrata, a sua LCC é o Mussolini e vc nao tem ngm p te dar asilo! (Inaie tbm é cultura! hahahaha).

E não se submeta ao que você acha demais pra vc. NGM CALÇA O SEU SAPATO! Se p vc é importante ter fds off, se vc acha q mais q x kids é demais p vc, se vc nao querer morar uma fazenda sem carro, se vc tem medo de babys...NAO FAÇA O MATCH! De novo, é melhor escolher uma família com calma e escolher bem, do q ter duas semanas e aceitar qlqr coisa.

Espero ter sido clara. Dúvidas eu tô aqui. Comenta, me acha no face, manda email, me pede meu skype! Eu realmente sinto prazer em ajudar!
E que a sorte esteja c vcs!

Beijos!

The First Famous People that I Will meet in NYC

PÁ! Voltei! E vcs nem estavam esperando! hahahahahaha
E agora q eu aprendi a programa, amanhã tem post de novo!

Acho que além do Dan outra grande dúvida pairando na cabecinha das minhas leitoras é "ON C TA, POM C VAI?". Pois vamos lá!

Depois que ela me perguntou demorou acho que quase duas semanas pra eu completar o app pro segundo ano. Faltava coragem. E eu pensava "não, vou ficar...e se a família for pior...a lexi vai p escola, vai ser de boa...e estudar...ah...estudar..."...estudar não tinha jeito. Mas a coragem veio! E ela veio quando com uma mensagem a minha host me disse que tinha escolhido a nova garota. Eu nem sabia q ela tava procurando. Foi na sexta antes do dia das mães, a mãe do Dan com a gente...eu abri a mensagem e só chorei. O Dan ficou enlouquecido de raiva. Eu senti que eu era absolutamente dispensável. Fui eu q escolhi sair, mas ela sabia o quanto isso tinha me machucado.
Respondi "nossa...foi rápido, nem sabia q vcs tava procurando. espero q ela seja boa p as meninas". Dai ela mandou mil desculpas, disse q a msg era p mãe dela, q ela queria falar pessoalmente, q por eles eu ficava, mas q ela entendia eu sair. Não sei ainda se acreditei ou não.

No segundo ano vc pode mudar seu app, fazer mais exigências, requerer pra onde quer ir. E eu coloquei NY. Gente, qual a chance de dar certo duas vezes né? Mas eu precisava tentar! Confesso q pelo bofe.
Meu plano era ficar online por um mês só tentando NY. Se nada desse certo e se nem família aparecesse, eu aumentaria pra Philly e DC.
Não pedi mais nada. Não pedi carro, celular, uma criança q fica no colégio interno, pais separados q eu trabalhe só p um. Só pedi NY. E ai descubro q a cc manda um email falando q se vc não fez exigências absurdas e não achar família vc pode pegar o dinheiro q paga pro segundo ano de volta. OI? Q q eu pedi de absurdo? Liguei lá e rodei a paulista! Daí falaram q me devolveriam, mas por segurança eu decidi só pagar quando rolasse o match.

Gente, que aflição. Vocês podem voltar ai no histórico. Quando eu fiquei online a primeira vez meu perfil nunca ficava vazio. Em um mês passaram 6 famílias. Mas dessa vez foi punk! Eu sei q por eu estar com uma cidade só dificulta...mas nem aparecer família?
E aí a bonita da CC começou a colocar família de New Jersey...que é perto, mas daria na mesma que morar aqui na questão de estudo. E família furada! Com trocentas crianças, sem carro, big break durante o dia...
NENHUMA FAMÍLIA DE NY! Velho...blz...ny é dificil, concorrido....mas na maior cidade do pais não ter uma família online....


Falei com duas famílias de NJ. Uma mara! 3 meninos! Um fez altas gracinhas p mim no skype. E por interveção divina a minha guria mais velha entrou no meu quarto bem na hora. Olha que au pair satisfação q eu sou! hahahahaha Eles estavam falando com mais garotas, então continuamos conversando, mas eles deixaram meu perfil. Problemas: eu precisava tirar carta antes do meu ano acabar aqui pq dizem q nj não aceita q vc tire no segundo ano. Meninas, dica: tirem carta assim q chegar! Vc nao sabe o q vai acontecer, se vai ter rematch, se vai estender com outra familia. Tire por segurança. Outro problema é q era longe de colleges e q não podia usar o carro a noite p ir na aula, pq o pai só chegava em casa com o carro as 4. Mas eu tava conversando p demonstrar boa vontade e a mãe parecia mara.
A segunda....jesus me salva! 4 kids, dois ficavam na escola, até aí blz. Ela já manda um email cabuloso. Respondi q achava 4 muito, mas q como 2 iam p escola dava p ser sim e q eu acreditava q organizaçao e rotina era tudo, coisa q ela parecia ter. Ela já manda "ah se vc acha q não é capaz...pq eu tenho sim meus filhos em uma routina e bla bla bla"....
As duas familia foram quase ao mesmo tempo e até entao nd de NYC. Eu já tava pronta pra ligar lá e dar xilique quando minha LCC manda email falando de uma família em NYC. Problema: a família de new jersey tava com meu perfil...quando eles soltaram a doida com 4 criança que me mandava email sem educaçao pegou...e soltou e a de NJ pegou de novo...e nisso eu agoniada!!!

Ai minha LCC passou email e cel da mulher. Mandei msg e ela pediu p mandar email e já quis combinar da gente se encontrar.
Lá fui eu, com a cara e a coragem. Não tinha visto o app deles, então eu não sabia nada nada!
Duas kids, um menino de 5 e uma menina de 10. Quando ele entrou na sala eu vi meu primo, aquele que veio me visitar em janeiro e  eu sou apaixonada, sabem? Falador, q até atropela as palavras! E a menina uma princesa, bailarina, fala baixo.
Tá bom, não sou au pair virgem e sei q no primeiro momento tudo são flores, mas o primeiro sentimento foi legal.

E os pais parecem bem descolados. Primeira au pair, então eles não gostaram muito de ficar caçando online, preferiam conhecer a menina. E eu já perguntei um monte de coisa pra não ter problema depois, sobre comida (se vão colocar etiqueta), sobre quarto, sobre schedule...e sobre cozinhar. Eles disseram q queriam alguém q cozinhasse e eu disse q não me sentia confortável em cozinhar todo dia p toda família.
O schedule seria mais de segunda a sexta, com um break enquanto eles vão p escola. O q seria ruim, se a escola deles não ficasse do lado do college q eu fiz aula esse ano e adorei, e q tem aulas das 9 até 1:30 da tarde. O quarto é um ovo, mas eles estão aumentando o apartamento. Não tem carro, mas qm precisa de carro em Manhattan? Sim, é em Manhatan


O primeiro mês é nos hamptons, mas os fds pode voltar p city (bofe agradece).
O menino realmente me curtiu. Até coloquei ele na cama gente! E a menina queria aprender palavras em português. Sai de la naquela animaçao né?

Eis q minha LCC me liga na segunda num tom de confusa "oi...vc nao quer aquela familia? pq ny é mto dificil!". Eles entenderam q eu nao queria cozinhar, mas o q eu disse eh q nao cozinharia p familia toda. Dai minha lcc disse q achava q era isso, q tinha falado com ela, mas q eu precisava esclarecer.
Nisso a host me mandou email tbm falando "olha, vc vai cozinhar só p as kids, é isso q a gente quer". (bom q fica registrado se der treta).


Gente, mandei um email da academia mesmo com letras garrafais: TE QUIERO!!! Expliquei q eu cozinho p as kids aqui, que nao tem problema, e repeti q eu so nao me sentia confortavel p cozinhar p toda familia. Dai mandei mais algumas perguntas, do tipo "ainda somos amigos, fala comigo".
Ela respondeu, disse q era só p as kids mesmo, q tinha sido um mal entendido e respondeu minhas perguntas.

Nas terça to eu lá morrendo no eliptico, aparelho do capeta na academia, me liga a cc perguntando se eu queria a familia....eu novamente "oi, a familia quer o match?"..."sim, eles querem"



Eu so me controlei e disse "Sim, eu quero e sou phyna".
Gatas, se o mata de celebridades de ny não mente eu serei vizinha assim de esquina da....


Entao gatas, se eu sumi é pq eu morri do coração ou pq fui presa de atacar a Beyonce na rua! hahahahahahaha

Então é isso meninas!
Bjoooos







The First Fight

Oi meninas!
Por algum motivo, essa anta que vos escreve programou o post ser publicado e ele não foi. Como novas coisas aconteceram e ele precisa ser editado, resolvi postar sobre outra coisa antes.
Já tem um tempo que vocês tem me perguntando sobre o boy magia, como andam as coisas, se estamos juntos...então aqui vão as respostas!
Meus fds passaram q ser sempre com ele. Vou de mala na sexta e volto domingo, no último onibus possivel. Como até pouco tempo atrás ainda estava frio a gente praticamente ficava o fds todo em casa, vendo tv, ouvindo música, jogando, dormindo. Eu sou bem preguiçosa pra sair de casa, pra falar a verdade. Se está chovendo ou frio então, nem se fale!
Durante a semana a gente se fala todos os dias pelo whats app! Fala bom dia, fala boa noite. A gente tem um relacionamento que parece um namoro. PARECE.
Ele fala pra todo mundo que eu sou a namorada dele, mas todas as vezes que tentamos conversar sobre isso deu errado. E nós não somos amigos no face. Ele diz q não usa, mas se recusa a me adicionar e eu tbm não o adiciono pq sou chata. Acho que ele tem mulher e 3 filhos em Ohio.
A coisa engraçada é que até a mãe dele eu conheci. Ela veio pra cá no dia das mães. Pensa numa pessoa que tava nervosa! Cheguei no bar, ela já me abraçou e perguntou o que eu queria beber. Pedi agua e ela disse não. Pedi suco e ela disse "não. olha, a gente tá bebendo aqui e eu já to ate meio bebada, vc precisa de um drink". hahahahah e ela tava com uma amiga dela lá de ohio tbm, passei mal de rir das duas.
Saimos do jantar e fomos pra casa do Dan p conhecer. Geralmente não tem ngm la. Nesse dia tava todo mundo lá! Tinha até gente fumando maconha e ela viu a pessoa escondendo...daí p tirar uma onda, passou uns 10 minutos ela pergunta "alguem ai tem maconha hein?"....O pessoal adorou as duas, rolou cerveja de graça pra todo mundo e ela ainda ficava "Dan, to te envergonhando?" e o Dan só achando graça
 MAS O FOCO NÃO É A MÃE DELE! hahahahahaha
Bom, ele tbm não passou muito tempo com meus irmão e por diversos motivos. Eu não tive tempo, ele não tive tempo. Mas confesso q isso me deixou triste.

Enfim, 3 semanas atrás a gente teve uma briga feia. A gente meio que se afastou no mês anterior a essa briga, pq muitas coisas foram acontecendo (meus irmão vieram, a mãe dele veio, minha amiga mudou pra califa) e a gente acabou passando pouco tempo de qualidade juntos sabe?
Mas pela primeira vez ele confessou que o fato de eu ir embora é um problema, que ele está investindo tempo e energia num relacionamento com data p acabar. E E falei q a gente ia terminar e ele concordou. Eu não me segurei, chorei mesmo. Dai ele me abraçou e ambos estavamos muuuuuito cansados. Dormimos. hahahaha No dia seguinte acordamos e ele ficaa dizendo que me amava e q tudo ia ficar bem. E foi isso, meio q fingimos que nunca falamos sobre o assunto.
E nesse fds a família dele tá vindo. Pai, mae, irma, sobrinha! E ele tá todo animado p eu conhecer a trupe toda. Jesus me proteja.

O ponto é: eu gosto dele demais, mas ainda quero voltar pra casa. Por mim eu voltaria agora, MESMO. Assim como não acho justo eu pedir p ele ir, não acho justo ele me pedir p ficar. Meu pai já praticamente me jogou no vento e ofereceu minha mão, ele disse q se eu quiser ficar ele entende hahahahaha MAS NÃO!
Ele reclamou q qnd as pessoas perguntam o q farei qnd meu ano de au pair acabar eu respondo rapido "voltar pro Brasil". Mas gente, ele é a pessoa que não me add no face! Se eu falo um "ah nao sei, vamos ver", ele vai achar q eu quero casar. E o ponto é: eu sei, eu vou voltar!

Entenderam a pegada? Opinem, please!

E vai ai uma outra historia com um final surpreendente. Eu tenho um app que chama SNAPCHAT, q vc manda fotos. Quando eu baixei o app ele pegou os numeros da minha lista e viu qm tinha snapchat p eu adicionar. Até ai blz. Mas uma pessoa x me adicionou. Aceitei, pq achei q era alguem que eu tinha na minha lista de contatos, mas q tinha um nome fake no snap.Primeira foto estranha. Segunda foto escura...mas parecia alguem q eu conheco....terceira foto no claro e com uma legenda tipo "abajour, j'adore, petit gateu, mon amour"....nao entendi uma palavra, mas sim é o frances! o queijo brie azedo! A baguete murcha! COPA DE 98! Aparentemente ele ainda tinha meu numero e dai o app avisou p ele q eu tinha, E ELE ME ADD!
Dai mandei uma foto da paisagem perguntando se ele sabia qm eu era. Ele mandou outra nd a ver falando frances. Dai mandei uma com a bandeira do Brasil e perguntei se ele mandava fotos p todos os contatos dele e ele respondeu q nao e sei la mais o q, pq abri quando tava dormindo. E eu sabia q não, pq minha amiga me explicou que quando vc manda uma mesma foto p sua lista toda ela vem numa listinha diferente.
Bom, dai eu mandei uma foto com um desenho de um grande ponto de interrogacao. E ele respondeu com mais duas fotos com legendas em frances. Enfim, preciso falar p ele q ele tá mandando msg p pessoa errada e q eu falo portugues. Mas gente, acho mesmo q ele sabe qm eu sou.
Doido, doido da cabeça! Deve ter caido de cabeça da torre eiffel ou foi escorregar na piramide do Louvre.
Se alguem entender o surto psicotico desse rapaz, favor explique!

Daí é isso meninada!

Beijos!

The First Break Up

Oi meninas

Sem muito tempo pra história de "Qui co cê foi fazer no mato Maria Chiquinha" de porque eu sumi. Tenho outros posts em mente e preciso escrever o máximo que eu conseguir hoje. Acredito que talvez eles expliquem a ausência.

O dia que meus irmão foram embora foi aquele inferno que eu falei no último post. Mas minha decisão sobre meu segundo ano já estava tomada e algumas de vocês já sabiam. Pelo título do post já dá pra imaginar...eu decidi estender com outra família.

Vamos ao caso! Eu tinha decidido ficar aqui e visitar o Brasil antes do meu visto vencer. Decidi isso na quarta. Quinta comecei a olhar passagem pro Brasil. Na sexta host contou da gravidez. Não vou mentir, no primeiro momento eu apavorei. Chorei muito! Três kids under 4! Isso foi antes do Natal. Mas eu gosto DEMAIS da minha host e depois de me acalmar, respirar e conversar com algumas pessoas eu pensei que conseguiria, decidi que não queria deixar minha host na mão. Isso ainda complicava muito minhas datas, porque eu tinha q pensar q seria mais complicado tirrar ferias a qualquer momento com um baby né? Ainda assim, eu estava disposta.

Mas começaram os problemas. O primeiro foi que minha host teve um começo de gravidez complicado e ficou em casa. E todo mundo sabe que gremlins se comem depois da meia-noite viram monstrinhos, assim como kids com a mãe em casa. E daí eu já pensava no tempo que minha host ficaria em casa na licença maternidade, plus a ciumeira q um irmão novo causa...terremoto grau um na escala au pair.

No comecinho de janeiro minha host soltou um comentário que fez o terremoto ir pra grau dois. Au pair só pode ficar sozinha com baby depois de 3 meses. Eis que ela solta "acho isso um absurdo, pq licença maternidade aqui são dois meses e as regras deviam ser de acordo. Mas tá tudo bem, a LCC me falou que você não pode estar sozinha com o baby, mas que pode cuidar dele sozinha. Como a avó mora no basement tudo bem". Meu coração partiu, porque numa hora dessas que você vê o que a pessoa realmente pensa do programa sabe? Ela ia meio q burlar a regra, pq a avo mora no basment, mas nao fica aqui. Teoricamente teria outra pessoa na casa, mas na pratica seria eu e as 3 kids.

No começo de fevereiro veio a constatação que o meu curso aqui em Staten Island não daria certo e que eu precisaria achar outra opção. Quem lê o blog está cansado de saber: eu não vim aqui pra pegar crédito em 5 minutos, eu vim pra estudar.
Eu e minha host procuramos por DIAS cursos em todos os lugares que vocês poderem imaginar. Ela sempre entendeu e respeitou minha vontade de estudar. Aliás, ela já falou que desconfia de au pair que aceita fazer curso de inglês em 5 minutos, ela quer que a menina tenha uma motivação maior pra estar aqui nos EUA.No final achamos um curso de fds e um em dias da semana, q minha host deu um jeito p eu poder ir. A avó ficou com as meninas duas manhãs por semana pra eu ir as aulas.
E até ai tava lindo e eu toda preocupada em ela ter q pagar o transporte, pq seriam 36 doletas a mais por semana. Lá foi a au pair virgem falar com ela...
Eis q ela disse "Nao, tudo bem...e essas horas a gente vê de vc trabalhar no final de semana".
VELHO, fiquei doida! Again, qm acompanha o blog sabe q qnd eu cheguei eu trabalhava menos q as 45h e isso me incomodava demais! Eu prefiro trabalhar as 45h do q ficar achando q to devendo algo.O q ela dizia era que não tinha necessidade de eu trabalhar se eles não precisavam.
Daí quando ela me falou isso eu pensei "jesus, vai me fazer trabalhar de fds só pelas horas!".
Meninas, nao entendam errado! Eu sei q é direito dela e NUNCA reclamei de trabalhar as 45h. Nunca reclamei de schedule. Foi o jeito sabe? Aquela coisa de fazer questao q eu trabalhasse só pelas horas.
E algumas outras coisas q ela falava q dava a impressao q achava q estava me fazendo um favor. Eu sei q ela podia ligar um foda-se e me mandar fazer curso de fds. Mas sendo regra do programa q a au pair tem q estudar e tendo ELA SE OFERECIDO P FAZER ISSO, nao fica jogando na minha cara.
Eu nem cheguei a trabalhar todos os sabados, mas eu fiquei MAGOADA, entende? 
Foi aí que eu decidi q não dava mesmo.

E com isso, as coisinhas pequenas passaram a me incomodar. Como favores que a gente faz e ngm agradece. Atrasos que ngm se dá nem ao trabalho de te avisar que acontecerão. Acho q a partir do momento q eu decidi que não ficaria mais aqui eu passei a ser menos tolerante, porque não tinha mais aquela de "tenho que aguentar, vou ficar aqui mais um ano...".

Minha família é boa. Muito. Meu próximo post é pra falar sobre os absurdos que tenho visto nesse mundo au pair e sei que tô bem longe disso. E hoje escrevendo tudo isso eu até me sinto mal e algumas coisas estão mais leves no meu coraçao. Mas infelizmente são coisas que realmente me chatearam e acho que devo explicar a vcs como eu cheguei a esta decisao.

Quando ela me perguntou eu chorei muito, até pelo nervoso do dia. O q eu disse foi que a questão do estudo era complicada e q com 3 kids seria pior. Ela entendeu, concordou, e disse que realmente não poderia garantir nada em relação ao meu estudo.

Eu ainda demorei mais de uma semana pra assinar as coisas, pra ficar online, pra aceitar que eu iria me mudar. Cheguei a cogitar ficar, mas daí vinha a questão de não ter como estudar.
E honestamente meninas, eu quero ir pra casa. Estou cansada e cheia de saudades. Mas ainda falo inglês igual a Pocahontas e o Tarzan, então eu PRECISO ficar aqui. 
Isso eu acho outra coisa importante de dizer: no segundo ano a gente já é macaca velha sabe? Eu vim aqui, eu terminei meu ano, eu não vou mais me submeter a muita coisa pra ficar aqui, eu volto pra casa sem nem chorar se a coisa complicar sabe?

Enfim, é isso! Meu segundo ano será em outra família. Mas isso é outro post rs

Outro post amanhã!

Beijos









The First LOVE photo

Oi meninas e meninas!
Como vão todos? Parece que os blogs que eu acompanho deram uma desacelerada tbm, então ando meio sem notícia de vocês. Conte-me como você está! =)

Na segunda semana dos meus irmãos me visitando e  minha segunda semana de férias, nós chegamos em DC!


Nós chegamos lá por volta das 8 da manhã na Union Square e pegamos o metro até o Hostelling International. A gente só podia entrar acho que depois das 3 das tarde, mas deixamos as malas nos armarios no porão. Os armários são grandes, minha irmã cabia lá dentro, então um foi suficiente pra colocar as nossas 3 mochilas. 
Tomamos o café da manhã lá no hostel mesmo. E olha, pra um hostel tava bem bacanas. Frutas, bagels, muffins, sucos, leite, sucrilhos, café...sei lá que mais. Gostei bastante.
Do hostel fomos andando pra casa da Michele! Quem é Michele? Essa aqui ó:

Ela é quem manda!

Nós chegamos pela avenina Pensilvânia, que é aonde fica a frente da humilde residência do Presida. De lá nos descemos pro Nacional Mall, que é o local aonde se concentram grandes coisas de DC. Numa ponta dessa "avenida" fica o Capitolio, centro de DC e de onde partem todas as ruas da cidade. Na outra ponta fico o Memorial ao Lincoln, com a Estátua dele sentada. E pela avenida dos dois lados ficam os museus do complexo Smithsorian. E no meio fica o Obelisco, o Pirulitão. Assim ó:


Fomos andando até o Lincoln memorial, passamos pelos memorias da Guerra do Vietna e da Coreia, andamos até o Martin Luther King memorial, Roosevelt Memorial park e o Thomas Jefferson Memorial. Pra você terem uma ideia do quanto é isso, a gente estava vários quarteiroes a cima do obelisco, fotos até aquela casinha branca lá no fundo, demos a volta naquele lago do lado esquedo e voltamos pro hotel. Isso durou o dia todo!
Muito cansados, sentamos na grama em um parque pra descansar e...os 3 dormiram! Com bolsa, passaporte, tudo! hahahaha Mas foi só uma napzinha, coisa de 15 minutos! hahahahaha
Voltamos pro hostel e finalmente entramos no quarto. Limpos, normais, nada demais. As camas podiam ser mais confortáveis. Tem armários pra colocar as coisas, mas você precisa levar seu cadeado ou comprar lá. Au pair tem desconto e como é um lugar pra ficar poucos dias e não meses, eu super recomendo.

No segundo dia acordamos cedo e fomos ao Capitolio! No caminho achamos o Old Post Office, que vale a pena, pq é de graça e vc tem uma vista linda da cidade. Depois fomos pro Capitolio. EU AMO AQUELE PRÉDIO!!! Mas o tour dentro no prédio estava fechado, por causa de reformas. ABSOLUTAMENTE RECOMENTO! Entrem no site do Capitólio e reservem, é de graça. Se não der pra reservar mais, bate lá mesmo assim que sempre tem tickets na hora! E acho que o tour já está aberto de novo.

Saímos de lá e escolhemos um museu pra ir, porque lá todos são de graça e são enormes. Escolhemos o Air and Space museum. AMAMOS! Minha irmã disse que é o melhor que já foi na vida. Tem até simulador de caças. Eu entrei com uma moça x e meus irmãos juntos. Você tem que ir seguindo as instruções e atirando. Você comanda o simulador e quando você segue as instruções ele fica de ponta cabeça! Eu e minha parceira derrubamos 4 inimigos, meus irmão 1! HAHAHAHAH meu irmão disse que é pq toda vez que virava de ponta cabeça minha irmã gritava, e eu acredito nele! hahahahaha

Voltamos pro hotel, tinha uma janta grátis aonde todo mundo se apresentava, falava de onde vinha, bla bla bla. Bem legal tbm. O hostel organiza alguns eventos durante a semana, mais um motivo pra eu reocmendar.

Saímos de DC e fomos pra Philadelphia. Dia chuvosa, chatinho. Pegamos os ingressos pro Independece Hall e enquanto esperavamos nosso horário fomos pra Escadaria do Rocky. Voltamos, fizemos o Independece Hall e daí pegamos o busão de NY.

Tivemos mais 4 dias em NY até o dia deles irem embora. Fomos em todos os pontos turísticos que faltavam. LOVE(nunca tinham ido e ngm representa LOVE mais que meus irmãos), Times, One World Trade Center, Top of the Rock (esperamos anoitecer), patinamos no Rockefeller center, fomos no MET, Central Park, Loja do Piano Gigante...

No domingo eu os levei no aeroportoe nós não tinhamos idéia do que aconteceria. O voo deles foi cancelado e mudaram pra outra empresa. Foram pra Carolina do Norte e de lá iriam pro Brasil. Segundo voo cancelado e eles ficaram até as 3 da manhã no aeroporto por total incompetencia da cia aerea. Na segunda voltaram pra NY e daqui voaram pro Brasil. Eu nao os vi, porque eles foram pro JFK q é longe de casa e eu estava trabalhando. 
Mas gente, pensa no meu estado. Eu só chorava! Por eles terem ido, por toda essa droga, por eles estarem sofrendo e eu não tendo o que fazer! Que ódio! Pra mim meus irmãos são meus babys!
Eles só chegaram no Brasil um dia depois do previsto, mto cansados...
E foi nesse cenário, em meio a este caos, que minha host perguntou se eu ficaria mais um ano...

Volto assim que possível!
Beijos!


The first week of vacation

Oi meninas!
Tenho muita coisa e diferentes coisas pra contar, entao nem sei por onde começar. Vamos continuar de onde eu parei, a foto do dia que meus irmaos chegaram.

Eu estava muito ansiosa gente!!! Cheguei no aeroporto desesperada, pensando que tava no lugar errado, que eles já estavam me esperando. Quando me indicaram o local de onde eles sairiam eu fui correndo e...ops, quase invadi a area de segurança acidentalmente. No aeroproto! Lugar q o povo aqui eh tranquilão com segurança né? Rs Ia ser Ó-TE-MO ser presa!
Gravei eu esperando por eles. Quem ai lembra da porta da esperança do Silvio Santos? Pausa pro momento cultural: era um programa do Silvio Santos q tinha uma graaaande porta e as pessoas ficavam esperando a porta abrir p ver se ganhavam o que tinham pedido.
Pois eh...meio mundo saindo e nada! Eu ja tava quase indo la invadir a parada de verdade quando eles sairam.  Eu tava com balão e cartaz, mas quem disse que eles viram? Pq assim que eu os vi eu corri pro abraço. E chooooorei!
Pegamos as malas, uma delas com 24kg de doce, cachaça e calcinha p mim hahahaha pegamos o carro e viemos pra casa.

Eles trouxeram presentes. Minha kid mais velha ganhou 3 havaianas e ainda pediu mais hahahaha e a hf levou a gente pra jantar e foi bem legal.
Eu tirei as minhas duas semanas de férias enquanto eles estavam aqui. Aqui vai....

Primeiro dia: eu fui pra aula de manhã e eles ficaram descansando, pq foram 17h de viagem. Voltei e fomos de ferry p Manhattan, pq o dIa tava lindo e eles teriam uma bela vista da cidade. Depois disso fomos pra Brooklyn Bridge.


Segundo dia: Tava friiiio! Fomos no museu do indio e no museu de historia natural. A noite to eu olhando a previsao do tempo e aparece neve. Olhei o relatorio do dia e nada de neve...nao tava entendendo ate q olhei a janela. CORRE NEGADA, TA NEVANDO!! Nao acreditava e nunca fiquei tao feliz de ver neve! Fiz todo mundo sair de pijama e tirar foto hahaha



Quarta: frio frio frio. Fomos pra estatua da liberdade. Fila, fila, fila. Olha, achei ela bem miudinha! Eu e meus irmaos achavamos q o cristo era maior, estavamos super nos achando ate pesquisar e ver q eh menor. Mas eh mais bonito! E ponto. E da estatua o barco vai p ilha onde fica o museu da imigracao, local q a galera chegava antigamente. Dai tinha um cineminha la e a gente foi ver. Os tres dormiram. Sem mais! Hahahaha


Quinta: partimos pra boston, na casa dos amigos brasileiros q moram aqui. Uma dessas amigas tava gravida...tava, pq a danadinha da nenem resolveu nascer naquele dia! Eles brincam q eu so vou p la em eventos hahahaha chegamos em boston e fizemos a freedom trail, q passa nos pontos historicos q fazem parte da revolucao americana. A noite fomos p casa deles.

Sexta: Harvard eh linda! Da p fazer tour com os estudantes ou baixar o audio e ir ouvindo. Optamos pelo audio p nao depender de horario. Mas sei la, ctz q com o estudante eh melhor, o audio foi meio boring, tupo "esse predio foi conatruido em bla bla bla". Saimos de la e fomos na cervejaria Samuel Adams, la no lugar aonde judas perdeu as meias, pq as botas ja tinha perdido faz tempo. Pra qm ja foi no tour da baden baden em campos do jordao, eh a mesma coisa. Um cheiro horrivel, fucar vendo as sementinhas q fazem as cervejas e provar no final. Em boston elea so aceitam passaporte e a gente tava sem. Ate ai tudo bem eles nao me derem a cerveja, eh a lei, eu entendo. Mas eles davam tbm um copo da cervejaria. Qnd a gente saiu da sala eu pedi o copo, ja q nao teria mais aonde eu pegar cerveja nao tinha pq eles nao me darem o copo, certo? E eles disseram nao. Velho, fiquei revoltada! Escrevi um texto no papel de sugestoes. Falei q nao fazia sentido, q era ridiculo, q eu nao tava pedindo a ceva, so o copo! E esse copo nem.na loja tinha p comprar. Plus, se eu quisesse comprar ceva eles nao iam vender certo? Mas o copo eles iam. Entao nao me de ceva, mas me da o caraio do copo! E no final do cartão coloquei "em ny eles aceitam. I heart ny!!!". Comi meu primeiro cheesecake. Coisa delicia de Deus! Que mané manjar dos deuses, ctz que eh cheseecake!  Hahahaha

Sabado: Ótimo a pro ficar em casa pq estavamos o pó da rabiola e não tinha nada q a gente realmente quisesse fazer. A noite pegamos o busao pra DC! E so chegamos la sabado de manha. 
Mas isso eh conversa praaaa próxima!!!! 
Volto logo, prometo!

Tecnologia do Blogger.

Followers

Blog contents © Au pair 2013! 2010. Blogger Theme by NymFont.